Festival da Francofonia anima a capital federal até 29 de março

A 22ª edição do Festival da Francofonia traz ampla programação pensada por 50 embaixadas – integrantes do grupo da francofonia em Brasília – com atividades para todos os gostos e todas as idades. O evento, que segue até 29 de março, propõe representar a diversidade e a riqueza cultural dos países francófonos. O dia 20 de março foi escolhido como o Dia Internacional da Francofonia por ter sido a data da assinatura da Convenção da criação da Agência de Cooperação Cultural e Técnica (ACCT) em 1970. Veja a programação dos próximos dias.

 

Exposição de quadrinhos Belgas

Dia 19 de março (terça-feira), às 19 horas, na Lycée Français François Mitterand (SHIS QI 21, bloco D, lago Sul), abertura da exposição Os Faróis das Histórias em Quadrinhos Belgas. Na Bélgica, a história em quadrinhos é uma instituição. A maioria das casas do país possui uma coleção ou uma biblioteca exclusiva de HQ. Mais da metade dos livros editados ou produzidos no país são do gênero

 

Cinema

A Mostra de Cine Francófono é uma oportunidade rara de assistir obras que dificilmente chegam ao circuito comercial. De 18 a 29 de março, às 19 horas, no auditório da Aliança Francesa, durante o dia apenas para os alunos do Centro Interescolar de Línguas (CIL) e, durante a noite, na sala Le Corbusier na Embaixada da França. Na programação, longas e curtas de países como Bélgica, Canadá, França e África do Sul. A entrada é franca.

 

Gastronomia

No dia 21 de março, 50 países participam do projeto Goût de France / Good France para promover a gastronomia francesa nos cinco continentes do mundo. Em Brasília, o jantar ocorre em 23 restaurantes. Para a 5ª edição, o tema será a região da Provence, localizada no sudeste da França. Os chefs oferecem menus com várias etapas, conciliando suas gastronomias com clássicos franceses. São as seguintes casas: Aquavit, Atelier Café, B Hotel, D.O.C Restaurante & Lounge, Gran Cru em parceria com Daniel Briand, IFB, La Chamumière, La Fleur Bistrô, La Tambuille, L’Amour du Pain, Le Jardin Bistrot, Le Parisien Bistrot, Le Vin Bistro, Lionel Ortega, Maison Nassar, Menu Restô, Nossa Cozinha Bistrô, Oliver, Piauíndia, Escola Senac Downtowl,     Universal Diner, Saveur Bistrot e Taypá

 

Poesia

No dia 22 de março, a Aliança Francesa será palco da Maratona Poética, das 10 às 22 horas, com entrada franca. O coletivo En classe et en scène, sob a direção de Maria da Glória Magalhães, participa das 14h30 às 16 horas, com uma apresentação teatral de uma seleção de poemas de Léopold Senghor. Das 16h30 às 18 horas, Júlia Tygel e Tatiana Parra interpretam poemas cantados do belga Simon Tygel. Ana Rossi – poetisa, novelista, dramaturga, tradutora e ensaísta – apresenta seus poemas cantados das 19 às 20 horas. Gustavo de Melo Amaral apresenta a melodia do rap e do slam, das 20h30 às 21h30.

 

Electro-pop belga

No dia 24 de março, o duo belga Rive, formado por Juliette Bossé (guitarra, piano, voz) e Kévin Mahé (bateria), se apresenta às 19 horas, no Clube do Choro. Conhecida por sua sonoridade electro-pop e canções autorais em francês, Rive transita entre o pop experimental moderno, inspirado pelos avanços de alguns pioneiros. Ingressos a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).

 

Teatro

No dia 25 de março, o Espaço Cultural Renato Russo recebe às 19 horas, atores da companhia do Théâtre National Populaire (TNP) para um atelier. O bate-papo é aberto ao público. No dia 26 de março, o Théatre National Populaire de Villeurbanne apresenta a peça Louis Aragon, Je ne me souviens, às 20 horas. A apresentação faz parte do texto O romance inacabado, de Louis Aragon, publicado pela Gallimard em 1956 com o subtítulo Poema. O espetáculo tem uma hora de duração. Entrada franca. Nãorecomendado para menores de 14 anos.

 

Demonstração técnica do processo de criação do Espetáculo Vigiar e Punir

A companhia de teatro Caravan Maschera integra a programação da Semana da Francofonia com uma atividade de compartilhamento e discussão sobre o processo criativo do espetáculo Vigiar e Punir: um soldado beijava a boca de Foucault na escada da escola, em cartaz de 21 a 31 de março no CCBB. O bate-papo com a equipe de criação e uma demonstração técnica da linguagem de bonecos utilizada no espetáculo ocorre em 27 de março, das 19h às 21h no Auditório da Aliança Francesa de Brasília (SEPS 708/907, lote A - Asa Sul). A entrada é franca.

 

SERVIÇO

Festival da Francofonia

De 15 a 29 de março

Programação completa: http://www.afbrasilia.org.br/francofoniaembrasilia/


JeMeSouv1205.jpg