Confira a programação do Clube do Choro até 30 de março

 

Dando prosseguimento à agenda musical do Clube do Choro, nomes como João Suplicy, Renata Jambeiro e Reco do Bandolim passam por esse icônico palco da cidade. As atrações musicais do Festival da Francofonia marcam presença em 24 de março, às 19 horas. Os espetáculos vão de 20 a 30 de março, sempre às 21 horas (com exceção do Festival), com ingressos a preços populares de R$ 20,00 (meia) e R$ 40,00 (inteira) e não são recomendados para menores de 14 anos. Confira abaixo tudo que vai passar por lá.

 

Dia 20 de março
O Trio Fusion mistura música brasileira (forró, choro, instrumental e samba) com percussão oriental. O resultado é uma sonoridade rara e experimental. Franklin Borges (voz e violão), Bety Vinil (percuteria oriental) e Rafael Alabarce (gaita cromática) se uniram no carnaval de 2018 em Pirenópolis (GO). No segundo semestre do mesmo ano, eles incorporaram o ritmo latino, tendo no tango a sua maior expressão. Melodia, harmonia e ritmo são as marcas desses músicos.

 

Dias 21 e 22 de março
A cantora de samba e jazz e vencedora do Grammy Latino Leny Andrade e o pianista, compositor, arranjador, produtor, diretor musical e maestro Gilson Peranzzetta lançam o disco Canções de Cartola e Nelson Cavaquinho, com a interpretação da primeira e os arranjos do segundo. Clássicos do mestre Cartola, como As rosas não falam, O mundo é um moinho e Alvorada combinam com composições de Nelson Cavaquinho, tais como A Flor e o Espinho, Rugas, Palhaço e Folhas secas.

 

Dia 23 de março
A carreira de Izabella Rocha iniciou em 1996, junto com o Natiruts, banda que fez parte até 2006. Desde então, a cantora foi em busca de suas raízes musicais ao fundar o InNatura, banda de músicas autorais. A experiência da maternidade a fez mergulhar no feminino. Resultado disso foi GAIA, primeiro álbum solo que surgiu em 2016. Atualmente, ela homenageia Billie Holiday com o espetáculo Blue Moon, com o resgate de clássicos do blues nascidos em New Orleans.

 

Dia 24 de março
O Festival Francofonia – evento que está no destaque em nossa página e vai até 29 de março – leva o electro-pop belga com o duo belga Rive, formado por Juliette Bossé (guitarra, piano, voz) e Kévin Mahé (bateria). Eles transitam entre o pop experimental moderno, canções autorais em francês. Tudo inspirado pelos avanços de alguns pioneiros do segmento. O duo Rive já ganhou vários prêmios e foi reconhecido pela imprensa como Revelação de 2017.

 

Dia 25 de março
Renata Jambeiro apresenta seu novo trabalho, o show Afrodisia. Com 1 hora e 40 minutos, a apresentação passeia pelo samba e culturas tradicionais populares e afro-brasileira-latinoamericana. A banda de formação regional interpreta repertório que promove a igualdade de gêneros e a visibilidade feminina. Renata canta músicas de compositores como Leandro Fregonesi, João Martins, Rafael dos Santos, João Bosco, Aldir Blanc, Altay Veloso, Zélia Duncan, Ana Costa, Socorro Lira.

 

Dia 26 de março
O recital O negro e sua música, idealizado por Ainda Kellen, em parceria com Duly Mittelstedt, Luciana Oliveira e Diana Mota, surgiu da ideia de gravação de um disco com canções que apresentassem a história do negro para a população, em especial a que não tem acesso à música erudita, onde a referência música de preto é, por muitas vezes, associada somente ao samba, ao pagode e ao funk.  A proposta visa uma nova forma de ver a música do negro, proporcionando outra perspectiva, tendo como matriz o canto lírico.

 

Dia 27 de março
Uma homenagem aos cantores e compositores Chico Buarque, João Bosco, Gonzaguinha e Zeca Pagodinho. O lado sambista destes compositores será revisitado pelo grupo Samba A5 + 1 – composto por Naldo (cavaquinho), Tom Nobre (violão), Apolinário e Paulo Galvão (percussão), Walney Raposo (saxofone), e Bruno Carlos (bateria). Muito samba, pagode, e alegria para os fãs e admiradores das obras inspiradas e antológicas destes artistas tão presentes no cotidiano brasileiro.

 

Dias 28 e 29 de março
Reco do Bandolim & Grupo Choro Livre apresentam um repertório de clássicos da música popular brasileira que cantam o Brasil e o povo brasileiro. O repertório que integra o set list dos shows internacionais vai animar as duas apresentações. Reco do Bandolim é um dos fundadores do Clube do Choro de Brasília em 1978. O Choro Livre é o grupo de base de todos os projetos apresentados pelo Clube do Choro nas últimas 20 temporadas. O músico e a banda já fizeram shows por várias partes do mundo.

 

Dia 30 de março
Com 20 anos de carreira, o cantor, compositor e multi-instrumentista João Suplicy vive um momento que une maturidade e vigor artístico, cujo reflexo pode ser ouvido em seu mais recente álbum JOÃO, lançado em 2017 e fortemente elogiado pela crítica especializada. Para o show, além de suas próprias composições, ele traz um repertório que vai de Tom Jobim a Elvis Presley, passando por Beatles e Benito de Paula, sempre com uma releitura própria, esbanjando musicalidade e virtuosismo com seu violão.

 

 

 

ChoroLivre5-Foto-MauroAraujo.jpg